CPA

COMISSÃO PRÓPRIA DE AVALIAÇÃO


Sobre o CPA

A Avaliação Institucional é um dos componentes do Sistema Nacional de Avaliação da Educação Superior. Foi criado pela Lei Federal nº 10.861, de 14 de abril de 2004, com o objetivo de avaliar instituições, cursos e desempenho dos estudantes. A avaliação institucional, prevista no SINAES, divide-se em modalidades, sendo a autoavaliação o principal mecanismo de articulação acadêmica.

A autoavaliação é um processo interno que busca aprimorar as ações educacionais, potencializar e desenvolver pessoas e a instituição. O processo é coordenado pela Comissão Própria de Avaliação (CPA), que obedece orientações legais para organização e funcionamento.

Os principais objetivos Promover e acompanhar a autoavaliação das atividades desenvolvidas pela Instituição, do ponto de vista de seus atores institucionais, identificando as causas dos problemas e deficiências, aumentando a consciência pedagógica e a capacidade profissional do corpo docente e técnico-administrativo. A Comissão deve desenvolver a cultura crítica e autocrítica das ações de avaliação, bem como prestar contas à sociedade.

Quem participa?

Comunidade interna (alunos, docentes, técnicos-administrativos) e comunidade externa (sociedade em geral).

O que é avaliado?

A CPA promove, em diferentes momentos, a autoavaliação das dez dimensões previstas no SINAES: a missão e o plano de desenvolvimento institucional, a política para o ensino, pesquisa, pós-graduação e extensão, a responsabilidade social da instituição, a comunicação com a sociedade, as políticas de pessoal, desenvolvimento profissional, organização e gestão da instituição, infraestrutura física, planejamento e avaliação, política de atendimento aos estudantes e sustentabilidade financeira, tendo como sujeitos os alunos, professores e técnicos-administrativos.

Organização e composição da CPA

A CPA reúne representantes de todos os segmentos acadêmicos, designados por Portaria do Diretor Geral. A estrutura de funcionamento da CPA é resultado das experiências de avaliação no contexto institucional, das mudanças e ampliações das unidades acadêmicas ao longo dos anos e da intencionalidade em propiciar melhor visibilidade de atuação da Comissão Própria de Avaliação, contribuição e efetividade do trabalho.

Mais informações:

Lei nº 10.861, de 14 de abril de 2004

Ministério da Educação (MEC)

Instituto Nacional de Pesquisas e Estudos Educacionais Anísio Teixeira (INEP)